VODAFONE PAREDES DE COURA

COM CARTAZ FECHADO:

NOVIDADES E ACERTOS

Lightning Bolt, Japandroids e Roosevelt fecham o cartaz da 25.ª edição do Vodafone Paredes de Coura.


Os Lightning Bolt surgiram em Rhode Island em 1995 enquanto projecto escolar e foi depois de algumas mudanças na banda que chegou “Wonderful Rainbow”, trabalho que foi bastante bem-recebido no círculo underground e que abriu caminho a “Hypermagic Mountain” (2005) e “Earthly Delights” (2009). Com os membros da banda ocupados com variadíssimos outros projectos, os Lightning Bolt voltaram em 2015 com “Fantasy Empire”, o primeiro álbum de originais em cinco anos e uma lufada de ar fresco que mostra a intenção de se expandirem musicalmente, mas mantendo a estética que definiu não só a banda ao longo dos anos como uma geração inteira. Ao longo da sua existência, os americanos revolucionaram o rock underground de uma forma desmedida e continuam a produzir sons destrutivos e actuações imponentes, como a que levam dia 19 de Agosto à 25.ª edição do Vodafone Paredes de Coura.


Os Japandroids sobem ao palco do festival no dia 18 de Agosto. De Vancouver para Paredes de Coura o duo de indie garage rock vem apresentar “Near To The Wild Heart Of Life”, álbum que pôs fim a um silêncio de quase cinco anos e que voltou a catapultar a banda para a ribalta. Depois de surgirem com “All Lies”, os californianos mantiveram a estratégia de reproduzir o som das actuações ao vivo nas gravações dos trabalhos que se seguiram. O segundo álbum fê-los sentir que tinham finalmente chegado ao que quer que fosse que estavam a tentar atingir e isso obrigou-os a definir uma nova estratégia e a chegar a canções que conseguissem satisfazer o público de grandes actuações. O resultado foi “Celebration Rock”, aclamado pela crítica e visto pela banda como o culminar de uma fase que dá espaço a uma nova era que se inicia com “Near To The Wild Heart Of Life” e com os ritmos frenéticos que vão trazer à Praia Fluvial do Taboão.


Por motivos alheios à organização do festival, os Formation cancelaram a actuação prevista para sexta-feira, 18 de Agosto. A banda inglesa será substituída pela sonoridade indie pop e techno de Roosevelt.


Marius Lauber passou por várias bandas de garagem enquanto adolescente, antes de se render ao techno de Colónia. Se chegado à cidade não conseguiu sentir a diferença entre a música pop e a electrónica, rapidamente percebeu como esta última permite uma ligação diferente à plateia, transformando-o num devoto da música de dança. Tanto que, em 2012, com 22 anos, introduziu ao mundo o seu projecto de tecnho-indie-pop, Roosevelt, com o single “Sea”. A faixa hipnotizante viajou pela internet e acabou a chegar aos ouvidos da respeitada Greco-Roman, editora que o assinou e pela qual lançou o primeiro EP, “Elliot”. Roosevelt tem sido uma estrela em ascensão desde então. “Sea” foi o primeiro passo na carreira de uma das mais emocionantes perspectivas que a música de dança actual tem para oferecer, comprovado no álbum de estreia homónimo de 2016. Enquanto a explosão da música de dança faz prever uma actuação recheada de computadores, Lauber apresenta-se com uma banda completa. Uma sofisticada apresentação de música electrónica para ver ao vivo no Vodafone Paredes de Coura.


Para além das novas confirmações, há pequenos acertos ao cartaz: Ho99o9 passam a actuar na quinta-feira, 17 de Agosto e White Haus mudam para sábado, 19 de Agosto. Bruno Pernadas abre o palco Vodafone no dia 18 de Agosto. Confere na imagem o line-up definitivo.


A 25.ª edição do Vodafone Paredes de Coura regressa de 16 a 19 de Agosto à Praia Fluvial do Taboão. Os passes gerais podem ser adquiridos no site oficial do festival e ainda em BOL.pt, Ticketea, Festicket e locais habituais (FNAC, CTT, El Corte Inglés, Worten,...) pelo preço de 90€. Os bilhetes diários estão também disponíveis por 45€.